Mascara de tecido caseira . Molde gratis de mascara

Molde grátis naninha para bebê





Molde grátis naninha para bebê

A naninha pode ser qualquer brinquedo, pano ou até mesmo parte do corpo do bebê ou da mãe – cabelos e orelhas são os mais comuns. Naninha são mais do que apenas um companheiro para dormir, eles são o que dá ao bebê algum conforto e segurança. É como o colo de uma mãe quando você não está por perto.

Por que uma criança precisa de naninha?

A partir dos 4 meses - ou até mais - o bebê começa a entender que ele e sua mãe não são o mesmo ser. Saiba que são seres separados e isso pode gerar estresse e insegurança, afinal uma mãe pode sumir! E isso acontece. Quando você volta ao trabalho no final da licença maternidade (o que é mais ou menos o caso neste momento), ou mesmo quando você se afasta da criança para fazer algum trabalho, a criança percebe que a mãe nem sempre está por perto e pode ficar chateado. Ou medo, especialmente ao dormir.

Então naninha entra nesse ponto, nessa transição em contato com a mãe, justamente para dar ao bebê a segurança e o conforto que ele precisa. Portanto, muitas vezes é um item que cheira a sua mãe - isso dificulta muito quando é necessário lavar o item. Especialistas chegam a sugerir que as crianças que começam a frequentar a creche tenham uma peça com o cheiro de suas mães para o período de adaptação.

E se o bebê não tiver naninha ou objeto de apego?

Geralmente, um bebê adota naninhas
 até a idade de 10 meses. Mas pode não ter um propósito transitório, desde que os pais insistam em oferecer opções – e não importa, não há nada de errado nisso. Na verdade, é melhor não insistir. A menos que o objeto escolhido esteja causando algum desconforto, como o cabelo da mãe. Nesse caso, vale experimentar outros itens que podem substituir a presença dos pais.

Espera-se que a partir dos cinco anos a criança esteja se afastando, quando estiver mais confiante em seu papel no mundo e na presença de seus pais ao seu lado. Mas o objeto pode passar anos com a ela. Só deve ser incentivado a deixar a naninha se isso prejudicar o convívio social da criança, por exemplo, vítima de bullying.

Dicas para um relacionamento saudável com o objeto de apego ou naninha.

  • É ideal ter sempre duas peças iguais, quando precisar lavar um deles. Há crianças que não dormem sem. É por isso que as naninhas são sempre mais flexíveis.
  • Não se esqueça de levar a naninha ou brinquedo de estimação nas excursões, com a punição de estragar o passeio.
  • Não esconda ou se livre do objeto, mesmo que já esteja feia ou desgastada. A criança é que sabe quando deixar ir.
  • Se ela tem mais de 5 anos e ainda não deixou o objeto de apego, mostre a ela que existem outras maneiras de obter apoio quando ela estiver se sentindo ansiosa ou insegura. Mas não a force a abandonar esse hábito.

Crédito nas imagens










© Molde para Artesanato. All rights reserved. Developed by Jago Desain